Data de publicação
10/12/2021 22:43

Treinamento reuniu cerca de 400 servidores ao abordar tópicos essenciais como a composição e construção de inventários de dados, além de matrizes de priorização

A Controladoria-Geral da União (CGU), em iniciativa da Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrupção (STPC), promoveu, na última terça-feira (7), a live de capacitação “Como Construir uma Matriz de Priorização e um Inventário de Dados”. O evento, que reuniu cerca de 400 servidores envolvidos no processo de construção dos Planos de Dados Abertos (PDAs), buscou orientar órgãos e entidades sobre aspectos sensíveis durante a elaboração.

As orientações tiveram como foco a composição e construção do inventário de dados, que é o levantamento completo das bases de responsabilidade do órgão. Outro destaque foi a elaboração de matrizes de priorização de abertura. Além disso, foi apresentado um passo-a-passo de nove etapas para a construção do PDA. O objetivo foi auxiliar os órgãos a atenderem as exigências estabelecidas na Resolução nº 03/2017, do Comitê Gestor da Infraestrutura Nacional de Dados Abertos (CGINDA).

Na abertura, o coordenador-geral de Governo Aberto e Transparência, Rogério Reis, destacou os dez anos da Lei de Acesso à Informação (LAI), completados em novembro, e os avanços da Política de Dados Abertos do Executivo Federal na elaboração dos planos e na abertura de dados de alto valor agregado. “A publicação de planos efetivos tem sido um importante instrumento para consolidar a cultura de dados abertos e, assim, promover um ambiente mais transparente da atuação estatal”.

Conduzida pela servidora do Núcleo de Dados Abertos da CGU, Paula Carvalho, a apresentação chegou a registrar mais de 360 acessos simultâneos na plataforma Teams. Os participantes puderam tirar dúvidas e, adicionalmente, entender melhor a importância da participação social no processo de priorização de bases, os diferentes cronogramas de ações que precisam ser estabelecidos e a necessidade de envolver o órgão como um todo no processo de construção dos PDAs.

Acesse aqui a Live apresentada.

Capacitação

A live fez parte do Programa Continuado de Orientação e Capacitação em Dados Abertos e Reúso de Dados, previsto pela CGU no Plano de Ação da Infraestrutura Nacional de Dados Abertos (INDA) para o biênio 2021-2022. Por meio do programa, serão realizados outros dois eventos em linhas temáticas de capacitação até o final do próximo ano, com a colaboração dos diversos atores do ecossistema de dados abertos.

O Plano de ação da INDA prevê, ao todo, a realização de dez iniciativas voltadas ao fortalecimento da Política de Dados Abertos e dos instrumentos de atuação na área. As ações contemplam, ainda, o projeto de reformulação do Portal Brasileiro de Dados Abertos.