Gestão de Contratos de Exploração e Produção – Dados de E&P


Os contratos para exploração e produção, via de regra, são constituídos por duas fases: exploração e produção. A fase de exploração precede a fase de produção e tem por objetivo descobrir e avaliar jazidas de petróleo e/ou gás natural.

O contrato estabelece um prazo, usualmente dividido em períodos exploratórios, durante o qual o concessionário ou contratado deve desenvolver atividades exploratórias de geologia e geofísica, visando ao maior conhecimento das bacias sedimentares brasileiras, em especial do bloco adquirido.

As atividades exploratórias envolvem a aquisição de dados sísmicos, gravimétricos, magnetométricos, geoquímicos, perfuração e avaliação de poços, dentre outras, devendo obrigatoriamente contemplar o cumprimento do Programa Exploratório Mínimo (PEM) acordado com a ANP.

Também é nessa fase que o concessionário ou contratado realiza as avaliações de descobertas e, caso conclua pela viabilidade econômica da descoberta, declara a comercialidade das áreas. Ainda na fase de exploração, caso não haja interesse econômico, o concessionário ou contratado realiza a devolução das áreas para a União.

Nessa seção encontram-se os dados de poços exploratórios em atividade e concluídos, lista de concessões, consulta de área de blocos, poços com indícios de hidrocarbonetos e as declarações de comercialidade.


Estes dados estão disponíveis como o esperado?

Obrigado!


Dados e recursos


Informações Adicionais

Campo Valor
Fonte https://www.gov.br/anp/pt-br/centrais-de-conteudo/dados-abertos/gestao-contratos-exploracao-producao-dados-e-p
Autor Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
Mantenedor Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
Última Atualização 4 de Abril de 2022, 16:30 (BRT)
Criado 7 de Novembro de 2019, 17:21 (BRST)
Escopo Geopolítico Nacional
Idioma Português
Periodicidade Tempo Real