Espécies indicadas para restauração ecológica no estado do Rio de Janeiro

Espécies nativas da Mata Atlântica, sugeridas para produção de mudas destinadas à projetos de restauração ecológica no estado do Rio de Janeiro. As informações que compõem essa listagem de espécies - lenhosas arbustivas e/ ou arbóreas e palmeiras se referem à reunião de dados gerados a partir de trabalhos de pesquisa e extensão do Jardim Botânico do Rio de Janeiro e ainda da experiência da produção de mudas realizada no viveiro particular da empresa de engenharia florestal Biovert Florestal e Agrícola Ltda., localizado no município de Silva Jardim, RJ, Brasil. Quanto às áreas de ocorrência (fitofisionomias), os habitats utilizados na classificação das espécies são os que pertencem ao Estado do Rio de Janeiro, sendo eles: Floresta Ombrófila, Floresta Estacional, Restinga (Vegetação com influência marinha) e Manguezal (Vegetação com influência fluviomarinha) segundo o IBGE (2012). A vegetação aluvial chamada de Mata ciliar foi considerava como uma variação das fitofisionomias avaliadas. A metodologia utilizada foi conferida com a vegetação de ocorrência das espécies pela Lista de Espécies da Flora do Brasil (Lista de Espécies da Flora do Brasil, 2015).

Dados e recursos

Informações Adicionais

Campo Valor
Autor Ursula Taveira Domingues da Cruz Machado, Vinícius Andrade de Melo, Luiz Fernando Duarte de Moraes, Sérgio Ricardo Sodré Cardoso, Tânia Sampaio Pereira
Mantenedor João Lanna
Última Atualização 7 de Abril de 2017, 14:21 (America/Sao_Paulo)
Criado 7 de Abril de 2017, 14:21 (America/Sao_Paulo)
Atributos oferecidos FAMÍLIA, NOME CIENTÍFICO, NOME POPULAR, ÁREA DE OCORRÊNCIA
Taxonomia segundo APGIII
Área de ocorrência - Termo " * " Mata ciliar
Área de ocorrência - Termo "FE" Floresta Estacional
Área de ocorrência - Termo "FO" Floresta Ombrófila
Área de ocorrência - Termo "MZ" Manguezal
Área de ocorrência - Termo "RE" Restinga